Bioética

Decálogo do Médico Espírita

No dia 12 de outubro de 1968 a Dra. Marlene Rossi Severino Nobre recebeu uma mensagem, por ela psicografada, o DECÁLOGO DO MÉDICO ESPÍRITA, que bem exemplifica os nobres ideais que devem ser lembrados sempre pelos membros das Associações Médico Espíritas. O trecho é transcrito a seguir:

Princípios do Médico Espirita

Em 26 de novembro de 2006, durante o encerramento da Jornada da Associação Médico-Espírita de São Paulo, a Dra. Marlene Nobre psicografou a seguinte mensagem sobre os princípios do Médico Espírita:

Carta de Princípios de Bioética do Médico Espirita

Elaborada no V MEDNESP, na cidade de São Paulo, em 28/05/2005, e atualizada em 17/06/2017, no XI MEDNESP, na cidade do Rio de Janeiro.
Nós, Médicos Espíritas, reunidos no XI MEDNESP, na cidade do Rio de Janeiro, em 17/06/2017, apresentamos a seguinte Carta de Princípios:

Em relação ao aborto:
Considerando que:

Em relação aos fetos anencéfalos:
Considerando que:

Em relação às células – tronco embrionárias:
Considerando que:

Em relação à eutanásia, à distanásia e à morte natural:
Manifestamo-nos:

Rio de Janeiro, 17 de junho de 2017.